2 ABR. DOM. 21H
Concerto pela Banda da Armada
Orquestra | GA | Entrada Livre | M/4 anos


Ao longo dos anos, a Banda da Armada tem vindo a desenvolver um trabalho de grande interesse público, tanto ao nível do cerimonial militar e do protocolo de Estado, como no âmbito cultural, com concertos realizados por todo o território português e no estrangeiro. Tem-se pautado por uma constante evolução e inovação, como é exemplo a permuta de conhecimentos, ao incluir elementos exteriores ao seu quadro orgânico, nas suas apresentações públicas, e atuações conjuntas com a Orquestra Metropolitana de Lisboa e vários grupos corais, assim como vozes e instrumentos solistas.
Fazem parte dos seus quadros alguns dos melhores instrumentistas portugueses e, ao longo da sua história, têm pertencido e continuam a despontar nas suas fileiras, vários compositores de reconhecido mérito.

8 ABR. SÁB. 22H
Virgem Suta
Pop | GA | 10€ | M/4 anos


A história dos Virgem Suta (Nuno Figueiredo e Jorge Benvinda), não é a história normal das bandas de hoje em dia. Não foram descobertos através do Myspace, não fizeram uso das autoestradas da informação para conquistar os milhares de fãs, valeram-se sim de duas guitarras, da voz e da quase 'ousadia' de uma mão cheia de canções e, sem exageros líricos, as suas autoestradas foram outras.
Os Virgem Suta transpiram portugalidade e assumem-no. Mas são tão contemporâneos que a raiz portuguesa só lá está porque não têm outro remédio. Não tenhamos dúvidas que se fossem espanhóis, tocariam castanholas. Assim, tocam adufe e cavaquinho, porque é isso que lhes é natural. A isto, aliam uma ironia que aparece a espaços, insólita, não de riso fácil, mas daquele que só é esboçado depois de se ter desconstruído a mensagem.

13 ABR. QUI. 22H
UHF
Rock | GA | 10€ | M/4 anos


"Noites À Flor da Pele" é o espectáculo que nos leva no tempo até aos álbuns "À Flor da Pele", de 1981 e "Noites Negras de Azul", de 1988.
O primeiro é um dos discos mais vendidos de sempre da música portuguesa, aclamado pela crítica como o pilar do rock português. O segundo disco marcou o regresso do grupo, com uma nova formação, uma nova sonoridade e é um dos discos preferidos dos seus fãs.
Juntam-se assim dois dos melhores álbuns nacionais em palco, repetindo as noites brilhantes no Porto (Hard-Club) e em Sintra (Centro Cultural Olga Cadaval), em dezembro de 2016.

22 ABR. SÁB. 22H
Berg
Pop | GA | 10€ | M/4 anos


Teófilo Sonnenberg (Berg) começou a cantar aos 14 anos, e é um músico multifacetado: toca guitarra, bateria, baixo e harmónica.
Nasceu em Angola, cresceu no Porto e viveu na Suíça. De volta a Portugal, integrou a banda de Rui Veloso, onde permaneceu durante 14 anos. Participou também nas gravações de álbuns de Boss AC, Rita Guerra, Nuno Guerreiro, Pedro Abrunhosa e GNR. Em 1999, editou o primeiro trabalho a solo “Berg”, seguido de “Mundo” em 2008.
Em 2014 foi o grande vencedor do “Factor X Portugal”, o que o fez abraçar a sua carreira a solo e conquistar o já tão merecido reconhecimento público. “Tempo” é o nome do seu novo álbum, o primeiro trabalho de Berg totalmente interpretado em português.

25 ABR. TER. 17H
Semeando…Colhendo
Grupo de Cantares de Portalegre
Música Tradicional | GA | 3€ | M/4 anos


É Abril! É tempo de cravos vermelhos e de comemorar a Revolução!
Celebrar os valores de Abril é o que o fará o Semeador, num espetáculo pensado para recordar os sons e as palavras que cantam a Liberdade.
Traga um amigo e venha fazer esta festa!
Venha celebrar o 25 de Abril com o Semeador!

26 ABR. QUA. 14.45H e 21.00H
O Vermelho de Sarah
Teatro | GA | 1 € | M/12 anos


A peça monologada “O Vermelho de Sarah” surge na linha da dramaturgia catártica, cujo enredo se tece em torno do drama psicológico de uma artista, que evoca as sequelas traumáticas de um acidente, e simultaneamente motiva ambientes de transição entre tragédia, melancolia e raiva. De uma densidade incomensurável, a personagem central desvela paulatinamente os pormenores da dor, procurando um efeito transfigurador da realidade evocada, por intermédio da arte da pintura, em que sangue e tinta são uma mesma substância.

Encenação, adaptação e interpretação: Patrícia Meira
Luminotecnia: Daniel Sousa
Sonoplastia: Eduardo Farinha
Realização de imagem: Bruno Ceia
Fotógrafo: Bruno Ferro e Miguel Trindade
Ponto: Soraia Reis

28 ABR. SEX. 22H
Tour Commedia A La Carte - Circus
Comédia de Improvisação | GA | 18€ Plateia / 16€ Balcão | M/12 anos


Senhoras e senhores, meninas e meninos, bem-vindos ao maior espetáculo do mundo!
Talvez não seja o maior! Nem possivelmente seja um espectáculo!
E para vos dizer a verdade, nem sequer são bem-vindos.
Circus! A nova digressão dos Commedia a la Carte vai percorrer o país, e a caravana tem paragem marcada numa cidade perto de si.
Cuspidores de fogo, homem bala, a mulher barbuda, trapezistas, malabaristas,  ilusionistas, domadores de leões... Nada disto poderão ver!
Já palhaços, somos três!
Pam pararapam pam pam!

29 ABR. SÁB. 21H
Banda Euterpe “Concerto de Primavera”
Música Ligeira | GA | 5€ | M/4 anos


A diversidade espelhada na Natureza é uma das marcas da chegada da Primavera e a música é uma das melhores formas de a celebrarmos.
Em abril, a Euterpe regressa ao grande auditório do CAEP com um espetáculo que reúne algumas das grandes obras compostas ou adaptadas para banda filarmónica. Pasodobles, musicais, medleys de canções que ficaram para a história. Sons para todos os gostos, num “Concerto de Primavera” que não vai querer perder.

4 MAI. QUI. 21.30H
Concerto Solidário CAEP VOICES a favor da Liga Portuguesa Contra o Cancro.
Música Coral | GA | 5€ | M/4 anos


O CAEP Voices alia-se à Liga Portuguesa contra o Cancro, para que a vida possa também ser música.
Já com três anos de existência, e muitos concertos dados pelo país fora, o grupo vocal do Centro de Artes, sob a batuta do maestro Nuno Ribeiro, prepara-se para aliar as suas vozes a uma causa solidária, preparando, como é habitual, novas músicas e muitas surpresas, para um público fiel que esgota sempre os seus concertos.

12 MAI. SEX. 22H
Tempestade num Copo d´Água
Comédia Teatral | GA | 15€ Plateia / 12,5€ Balcão | M/4 anos


“Tempestade num Copo d’Água” é uma comédia teatral, protagonizada por Marina Mota, que decorre durante um copo d’água de um casamento. Através de um sem número de personagens, e de um ritmo constante de entradas e saídas, vamos conhecendo a história de casais de várias idades, que embora apaixonados, escondem terríveis segredos uns dos outros, e durante o copo d’água estes vão sendo revelados.
Passando-se em ambiente casamenteiro, os mesmos casais vão desmistificando o casamento, mostrando como este é geralmente entendido nas diferentes fases da vida. Temos um casal de namorados que ambiciona casar; um casal acabado de casar; um casal casado há quase quarenta anos; e outro casal que já nem se lembra há quantos anos está casado (o Alzheimer também ajuda…).
Num dia repleto de fotografias, apita o comboio, com cascatas de camarão e muita loucura, o amor vai andar no ar. É preciso é que alguém o faça descer à terra…



27 MAI. SÁB. 22H
Salvador Martinha // tipo anti-herói
Stand-up Comedy | GA | 12€ Plateia / 10€ Balcão | M/16 anos


“O meu nome é Salvador e nunca salvei ninguém. Chegou a altura de tentar.
Precisamos de ser salvos de muitas coisas: amigos chatos, bolachas para adultos, namoradas que adormecem a ver séries, copos de vinho gigantes, falta de coragem da nossa geração, etc, e pessoas que terminam uma lista de exemplos com etc”.
Depois de ter trilhado um caminho nos canais da televisão por cabo, Sic Radical e Canal Q, onde teve total liberdade para desenvolver a sua própria linguagem, Salvador Martinha popularizou-se na série “Sal”, emitida pela SIC, onde fazia dele mesmo. É dos stand-up comedians mais prolíficos da atualidade e a prova disso são os programas especiais que gravou recentemente, para a FOX e a Netflix.

3 JUN. SÁB. 22H
Os Azeitonas
Pop | GA | 17€ Plateia / 12€ Balcão | M/4 anos


Depois de em 2016 terem percorrido o país de norte a sul, Os Azeitonas voltam à estrada em 2017, com um novo espetáculo.
Como é habitual, a banda irá apresentar um concerto cheio de energia e boa disposição, e em que não irão faltar os êxitos que marcaram mais de 10 anos de carreira, como “Anda Comigo Ver os Aviões”, “Ray-Dee-Oh” ou o mais recente “Cinegirasol”.
Uma noite a não perder!

16 JUN. SEX. 21.30H
Concerto do 139.º Aniversário do Comando Distrital da PSP de Portalegre
Orquestra Sinfónica | GA | Entrada Livre | M/4 anos


O Comando Distrital da Polícia de Segurança Pública de Portalegre completa 139 anos de existência e vai comemorar este aniversário realizando várias iniciativas, entre as quais a oferta a Portalegre um Concerto da Banda da Sinfónica da PSP, sob a direção do Comissário Ferreira Brito (Maestro).

29 JUN. QUI. 21.30H
Roriz / Wellenkamp / Forsythe / Naharin
Companhia Nacional de Bailado Digressão Nacional
Dança Contemporânea | GA | 10€ | M/4 anos


Este programa é constituído por quatro peças em reposição, cujo êxito de público foi marcante em temporadas recentes. As duas primeiras são dos criadores portugueses Olga Roriz e Vasco Wellenkamp, a terceira do norte-americano, durante muito tempo radicado na Europa, William Forsythe e a última do israelita Ohad Naharin.
“Treze Gestos de um Corpo” é já um clássico e uma das coreografias mais carismáticas de Olga Roriz, onde um elenco masculino alterna com um feminino, numa sucessão de solos e num crescendo de intensidade dramática.
“Será que é uma Estrela?” é uma peça recentemente coreografada por Vasco Wellenkamp, numa sentida homenagem à bailarina Graça Barroso. “Herman Schemerman”, dueto de Forsythe, cujo título não pretende ter qualquer significado, mostra-nos o encontro de um casal que, através de uma execução técnica quase impossível – como são, aliás, todas as obras de reportório deste coreógrafo – não deixa de nos sugerir uma narrativa de humor muito subtil.
Finalmente, com “Minus 16” confirma-se a habilidade de Ohad Naharin em saber como fazer o público dançar.